15/11/2016 | terça-feira
Home | Educação | Exame Nacional de Ingresso na Carreira Docente – Enem do Professor

Exame Nacional de Ingresso na Carreira Docente – Enem do Professor

exame nacional ingresso carreira docente enem professor

O Exame Nacional de Ingresso na Carreira Docente foi anunciando ontem e já começou a ser chamado de Enem do Professor, mas é provavel que a sigla seja algo como Enicad. O exame será realizado de maneira voluntária em um primeiro momento e o Inep será o órgão responsável pela aplicação da prova que irá avaliar habilidades, competências e conhecimentos dos futuros professionais da área de educação.

O Enciad (será esse o nome?) vai ser aplicado para profissionais que tenham a intenção de ingressar na carreira do magistério – tanto para os que já concluiram como para os que estejam concluindo cursos de formação para a docência. O resultado servirá de subsídio para a contratação dos futuros professores, tanto para as secretarias estaduais de educação como para as municipais.

Data do Exame Nacional de Ingresso na Carreira Docente

Ainda não foi divulgada a data de realização da prova, mas o Inep já adiantou que o primeiro exame será realizado em 2011, em data a ser definida.

Opinião sobre o Exame

Queremos saber sua opinião sobre o Exame Nacional de Ingresso na Carreira Docente.

Você acredita que esse é o caminho correto para a melhoria da educação pública oferecida no Brasil ou o exame vai ser apenas mais um incômodo pelo qual os candidatos a professores terão que passar?

Deixe sua opinião nos comentários.

Check Also

prova brasil

Simulados Prova Brasil 2011

O Ministério da Educação divulgou hoje os simulados da Prova Brasil 2011 que deverá ser …

No comments

  1. édneide veleze vieira

    Na minha opinião excelente a idéia pois da margem para todos expressar o conhecimento que adquirim sem a exigência de determinados governos e partidos locais. Estou esperançosa que o caminho é esse.

  2. A proposta é excelente. Nos resta torcer para que ocorra de forma séria. Poderá desbancar os concursos estaduais com critérios excludentes e vergonhosos, como o da Bahia.

  3. Fabio Oliveira

    Boa Tarde queridos, o grande problema dos professores no Brasil de hoje nao é de longe o governo, o problema dos profissionais da educaçao é a falta de dedicação da grande maioria, que vê no serviço público, uma forma de estabilidade empregatícia, talvez menos de 20% dos atuais docentes tenham de fato vocação para o magistério, por isso estão sempre empenhados por melhores SALÁRIOS e somente isso, quando surge uma possibilidade de avaliação do corpo do corpo de docentes do Estado a categoria recebe a ideia com quatro pedras nas maõs, o sindicato resolve que o modelo atual de ingresso na carreira é mais justo, ora bolas mais justo como? muitas vezes o candidato é muito bom em prova de concurso mas não tem a didática necessário para trasmissão do conhecimento em sala de aula e ai fica reclamando que o salário é baixo, de fato o é mas isso nao justifica ser um mal profissional, se o Estado paga mal e você é um otimo profissional o mercado vai absorver sua mão de obra e pagar muito bem por ela, quanto será que ganha um professor de escolas como Mackenzie? será que ele esta insatisfeito com o salário? será que ele vê o resultado do seu trabalho em sala dar frutos? entao professores busquem o aparefeiçoamento e a dedicação necessária para que os pais dos seus alunos possam reconhecer em voces os mestres que eles tiveram quando alunos e ai sim o governo será obrigado a reconhecer o esforço dessa classe.

  4. JOAO CARLOS DIAS DE SOUZA

    Minha gente.
    Eu tenho uma visão crítica, sobre o assunto.
    Concordo com o governo em partes, e em partes não.
    Hoje o buraco da educação é mais a fundo.
    O governo deve entender, a péssima formação dos profissionais em educação, ambos passam a vida toda, sem lerem, sem fazerem cursos de pós graduação na área específica. Muitos estão na área por falta de outras oportunidades. Concordo quando o governo prepara planos de intervenção no processo educativo, deste país.
    Concordo com propostas que devem revolucionar o sistema atual, exemplo disto são estas provinhas, que o governo tenta colocar em prática.
    Digo provinhas, porque o buraco é tão grande, que nos dias atuais falta profissionais capacitados, em educação.caso o governo faça uma prova séria, cerca de 60% dos professores não serão aprovados, exemplo disto no estado de são paulo, prova aplicada em 2010.
    Chego a analisar que o serviço de educadores, esta em extinsão, digo porque as grandes universidades estaduais, federais, deste continente chamado brasil, não abrem turmas para formação de professores.
    Com isto cabe as instituições privadas, fazerem este serviço ao brasil.
    Com isto a qualidade de ensino, na graduação em formação de professores, é prejudicada, visto que nessas instituições a prova que avalia o futuro profissional, é feita com consulta,para passar os semestres letivos.
    Ou seja não existe uma preocupação com a qualidade em formar bons profissionais.
    E quando forma-se, foprma-se maus preparados.
    E estes, entram no mercado com a missão de ensinar esta grande massa de alunos, não pensantes, porque o professor perdeu a liberdade do plano de aula, já vem rotulado o que o professor deve passar.
    Com esta padrozinação, o aluno será um cidadão sem conhecimento analítico e crítico.
    Pensando na prova do enem para professores, é interessante desde que seja prova classificatória e estas secretarias usem provas, para avaliar o seu professor. E não provas punitivas, aos trabalhadores.
    Estes trabalhadores, precisam de terem condições dignas para trabalhar e exercer o seu papel na escola pública.
    Faltam profissionais.
    Faltam educadores.
    O estado deve tomar cuidado para não extinguir de vez esta profissão que esta em coma.
    Em coma da educação, por não sermos valorizados.
    E por um professor chega a ganhar 5,50 reais hora aula.
    E ainda sem falar dos professores eventuais, que só recebem as aulas dadas, durante o mês letivo. Se não trabalharem ficam sem salário.
    O exercito de reserva, deve ter uma valorização, também.
    Porque muitos eventuais são humilhados nas escolas pelos próprios colegas professores, efetivos, ou temporários.
    Os eventuais, são importantes, na educação.
    E devem ter os mesmos respeitos, por todos da educação.
    Para finalizar, sou a favor dessa provinha.
    Desde quenão seja uma provinha eleitoreira.
    A final 2010, é ano de eleição.
    E tudo vira finalidade política.
    Abraços.
    Vamos votar nos políticos de ficha limpa.
    Abraços.
    JOAOCDSOUZA@HOTMAIL.COM

  5. O MEC deveria discutir e aprovar medidas de valorização do professor como melhores salários, melhores condições de trabalho e formação continuada. este exame é mais uma invenção para iludir encaltos e desavisados

  6. Excelente!!!
    É uma otima forma de dar as mesmas possibilidades de acesso a todos, sem excessão. Pois todos sabemos que se dependermos de uma avaliação de um diretor ou supervisor provavelmente ele beneficiará a pessoa que de alguma forma é mais próxima a ele.

  7. Sera bom, as universidades terao que se enquadrar nas exigencias das provas, o que trara bons resultados sobre a qualidade da formaçao inicial dos docentes. Estando certa de que a verdadeira formaçao do professor e aquela realidade que ele vive dentro da sala de aula, se deparando com todos os tipos de classe social e aprendend a lidar com esses.

  8. É somente assim que a qualidade do ensino se tornará satisfatório. Até o ano 2011 os interessados irão se preparar naquilo que ainda não está preparado. Acho que agora encontraram o caminho da melhoria na educação, construindo bons professores e depois valoriza-los como merecem, sem passar por humilhações. 10.

  9. acredito que nem concurso qualifica o professor e sim seu desempenho dentro da rede de ensino ou seja dentro da escola pois existe direção e uma supervisão que acompanha o trabalho do professor e o mesmo deveria ser efetivado conforme seu destaque em trabalho e não será uma prova do enem e nem concurso que irá garantir o bom desempenho da nossa educação…

  10. simone buzatto zordenoni

    sim é muito interensante que os professores passem por processo de avaliação para que nós possamos perceber se somos educados e estamos educado para um melhor aprendizado,envolvendo as habilidades.